A Dieta dos Pontos Realmente é Saudável?

A dieta dos pontos é recomendada para pessoas que não conseguem restringir tanto a alimentação e buscam um emagrecimento saudável e mais sustentável. Ela é eficiente, simples  e não busca restringir nenhum tipo de alimento, produzindo uma reeducação alimentar pois você passa a selecionar melhor os alimentos que vai consumir, fazer refeições balanceadas e se alimentar de forma equilibrada e sem exageros (sem você passar fome). É uma ótima opção para aqueles que não conseguem se adaptar à Dieta Dukan.

Overview da dieta dos pontos

dieta dos pontosNessa dieta, as calorias são substituídas por pontos, cada ponto equivale a 3,6 kcal e dessa forma fica fácil para se criar um cardápio com as preferências pessoais.

Todo tipo de alimento é permitido; no início pode até ser um pouco confuso, mas, com o tempo, você se acostuma a contar os pontos a saber o que deve ou não colocar no seu prato.

Logo na primeira semana já é possível ver resultados. A mudança nas refeições leva as pessoas a perderem até 3 quilos. A partir da segunda semana, a perda de peso já entra num ritmo mais moderado e contínuo, que é realmente o que a dieta busca.

O método é bem simples. Para perder peso, precisamos consumir menos kcal do que o nosso gasto diário de kcal, e para fazer isso você calcula seu limite diário de pontos. Esse cálculo leva em consideração fatores tais como peso, idade e o seu nível de sedentarismo.  Depois de calcular os seus pontos diários, basta consultar a tabela de pontos e começar a calcular os pontos das suas refeições.

A única restrição da dieta dos pontos está relacionada às gorduras trans, que devem ser evitadas.

Como fazer a dieta dos pontos?

Em vez de calorias, nessa dieta você soma os pontos (cada ponto vale 3,6 calorias). Assim, não precisa seguir um cardápio pronto, levando ao prato só aquilo que gosta de comer. Claro que isso tem um limite. Para perder até 4 quilos em um mês, você tem o direito de consumir 320 pontos (ou quase 1200 calorias) por dia. Para não errar nas contas, mantenha as tabelas sempre por perto. O ideal é reservar entre 160 e 176 pontos (isto é, entre 50% e 60% do total permitido) para os carboidratos (pães, massas, cereais – integrais, de preferência -, frutas, legumes e verduras). Com relação às proteínas (carnes, leite, queijo, iogurte – especialmente as opções magras – e grãos) elas devem somar entre 33 e 50 pontos (o que equivale de 10% a 15% do total) e as gorduras (óleo, azeite, manteiga e castanhas) até 96 pontos (30% do total diário). Lembre-se de que há gordura embutida em vários alimentos.

Clique no link abaixo para fazer o download da tabela de pontos gratuitamente

Tabela-Dieta-Dos-Pontos

Dicas para levar a dieta adiante

  • Faça um diário alimentar, anotando tudo o que comeu. Calcule os pontos depois do almoço e antes do jantar. Assim você saberá o quanto ainda tem direito de comer.
  •   Caso coma fritura, precisa multiplicar os pontos indicados na tabela por 3. E por 4 no caso de alimentos empanado ou à milanesa. Exemplo: um bife grelhado tem 56 pontos e à milanesa 224.
  •  Se ultrapassar a cota de pontos, basta compensar e comer menos na próxima refeição.
  • Nas refeições principais, desconte 15 pontos do tempero usado para preparar a comida.
  •  Recomenda-se comer um bom prato de salada antes do prato principal. Além de ser saudável, evita que você exagere no consumo dos alimentos mais calóricos (com muitos pontos).
  •  Recomenda-se que coma a cada três horas. Isso ajuda a manter o metabolismo mais ativo, (importante para queimar a gordura acumulada) e a chegar menos faminto na próxima refeição.
  • Mastigue bem cada bocado de alimento.
  •  Evite tomar muito líquido durante as refeições. Beba no máximo um copo pequeno.
  •  Movimente-se, exercite-se. Isso acelera o resultado da dieta.
A Dieta dos Pontos Realmente é Saudável?
5 (100%) 6 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *